terça-feira, 20 de março de 2012

Orquídeas no Outono "Cuidados especiais"

OUTONO.

Nem sempre é fácil detectar o momento em que acaba o verão e começa o outono. Mesmo em regiões de clima temperado, a exemplo do sul do Brasil, onde as estações do ano são bem definidas, muitas vezes as orquídeas é que fornecem os indícios da chegada da nova estação.

No entanto, essa época revela-se uma das mais críticas para as orquídeas, uma vez que nela se inicia um processo de redução das atividades vegetativas, que atinge seu auge nos meses de inverno. Por isso, a mesma exige cuidados especiais.

Com exceção das orquídeas que florescem no meio do ano, a quantidade de água que os exemplares exigem vai diminuindo, até chegar a um mínimo. Deve-se prestar muita atenção a cada espécie e passe a regar menos, sem se esquecer de nenhuma de suas orquídeas. À medida que a temperatura cai, automaticamente decresce o volume de água requerido pelas plantas.

A adubação deve ser diminuída para a maioria dos exemplares a partir do final de março, pois a taxa de crescimento se desacelera e as necessidades de nutrientes decaem. A aplicação de fertilizantes nesse período pode resultar em acúmulo de nutrientes no composto. A presença excessiva de sais acaba prejudicando o sistema radicular e pode inclusive levar a planta à morte.

Os fertilizantes de liberação gradual constituem uma boa solução para os meses de outono. A liberação dos nutrientes depende tanto da temperatura como da umidade do meio (substrato). Em geral a maioria das espécies começa a se preparar para uma condição de quase dormência, apresentando pouco ou nenhum sinal de crescimento, o que dispensa qualquer tipo de adubação.

Existem algumas exceções, cujo florescimento ocorre no fim do outono e até no inverno. Portanto, essas plantas requerem nutrientes como o NPK, sendo esse último imprescindível para uma floração desenvolvida e viçosa.

À medida que o outono vai chegando ao fim do seu período, gradativamente deve-se diminuir o replantio, ou não é aconselhável faze-lo.


Fonte - http://www.orquidarioilhadodesterro.com.br/verOrquidea.php?idDica=12

2 comentários:

  1. Sempre bom um conselho pois cometemos erros grosseiros pensando estar mimando nossas amadas.... valeu...... obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Cleo
    por favor faça contato comigo, a orquidea que prometi já está com raizes e mudinhas,
    abraços

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...