domingo, 18 de março de 2012

Orquídea Fantasma "Polyrrhiza"













O Fantasma das Orquídeas



No mundo das orquidáceas, há um pequeno fantasma. Um ser capaz de assombrar a vida e perturbar o sono de muitos colecionadores. Os poucos que já o viram afirmam que, depois de sua aparição, nada mais faz sentido. Está com medo? Respire fundo e crie coragem para conhecer este espectro irresistivelmente sedutor.

Polyrrhiza é seu gênero (o qual às vezes, também e chamado de Polyradicion), que em grego significa “muitas raízes”. Sua espécie – cujo nome é em homenagem ao botânico belga Jean – Jules Linden. Que a descobriu em Cuba, em 1844 – é desprovida de folhas. Foi vista pela peimeira vez nos Estados Unidosd em 1880 em Collier Country. Geralmente cresce nos troncos de freixos e anonas e floresce uma vez por ano. Não tem folhagem; não sendo nada além das raízes, um emaranhado de raízes verde e achatadas – mais ou menos da largura de um cadarço de um tênis - enroscadas numa árvore.


A brancura da flor é espantosa. Parecendo um holofote nos tons de cinza e verde do pântano da Faixa de Fakahatchee. No estado da Flórida. Nos Estados Unidos seu habitat. Como a planta não tem folhagem e suas raízes são quase invisíveis junto a casca de uma árvore, a flor parece estar suspensa no meio do ar como se por mágica. Dai a origem de seu nome popular: orquídea-fantasma. Além de bela exuberante e rara. A Plyradicion lindenii (“a planta de muitas raízes descoberta por linden”) é também inatingível, o que faz a digna veneração, levando os colecionadores quase à loucura e a obsessão. Um branco-alvo que vira objeto de busca frenética muitas veses sedutora e perigosa.


Há quem compare a forma da orquídea-fantasma a uma bela e etérea rã branca em vôo. E esta planta de raízes clorofiladas, oi seja, já foi tema de um livro e de um filme, que relata a tentativa frustrada de um ladrão que tentou clonar a Plyradicion lindenii. Vale lembrar que estas duas referências são excelentes indicações para quem pretende ver esse ser pelo qual as pessoas se sentem atraídas de uma forma tão intensa e exclusiva.

Essa planta de cantos afinados, numa haste longa e esvoaçante, e de extremidades tão delicadas que estremecem, com uma leve brisa, criando um movimento semelhante ao de um suposto pequeno fantasma.

Por Helena Prates
Fonte : Revista O Mundos das Orquídeas Ano 9 Nº 42
Vaso da Polyrhiza lindenii em exposição na Florida

6 comentários:

  1. Bete ano passado um sujeito que esqueci seu nome no orkut me falou assim: Cleo como sei ser doido por plantas albas eu estou vendendo duas orquideas fantasmas que importei, preço 300,00 reais cada. tens interesse...??? Por uma amiga ter falado que eu não devia arriscar sendo planta estrangeira eu nem respondi,... Ktal..

    ResponderExcluir
  2. OI Cleo,
    já enviei dois e-mail a você, achei que não queria mais.Bem que eu gostaria de uma Orquídea fantasma, mas é cara hein.
    abraços e uma linda Pascoa

    ResponderExcluir
  3. CLEO, DE QUAL ESTADO VC É ? QUERIA CONSEGUI UMA PLANTA DESSA ( ORQUIDEA FANTASMA )= DENDROPHYLAX LINDEII.....SOU DO RIO - QUAL ESTADO DA PLANTA?
    RRRROCCCCA@HOTMAIL.COM
    ROBERTO CARLOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto
      Cleo é um amigo, acho que tenho o e-mail dele, se tiver passo para você fazer contato.
      Abraços

      Excluir
  4. Mt interessante essa orquídea; e que história! Vc tem mesmo dessa Bete?? abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem que eu gostaria mas não tenho não é da Revista o Mundo das Orquídeas.
      abraços

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...