quarta-feira, 28 de março de 2012

Polystachya estrellensis

Polystachya estrellensis  do blogdabeteorquideas












Polystachya estrellensis
Nome Popular : Orquídea
Divisão :Magnoliophyta
Classe:Lilipsida
Ordem:Asparagales
Família :Orschidaceae
Espécie : Polystachya estrellensisRchb.f
Sinonímo : Dendrorkis estrellensis
(Rchb.f.) Kuntze
Etimiologia : Etella e ensis em latim significa como estrela, em referência as aspecto de estrela da cor.

Habitat: Epifitas em capoeiras e florestas originais, necessita de boa quantidade de luz moderada e movimento de ar e umidade moderada.

Planta: Uma epífita pseudobulbosa de pequeno a médio porte . Os pseudobulbos são um pouco mais do que ligeiros inchaços da base do caule, somente aparecendo mais claramente após dois ou três anos, quando suas folhas morrem. Os pseudobulbos lembram um cone estendido e
emergem agrupados em uma fila de um rizoma fino, medem 2 cm de comprimento por 1,5 cm de diâmetro. Até 6 folhas aparecem alternadamente da metade de base até a metade do caule, sobrepondo e embainhando o caule com seus pecíolos falsos de até 6 cm de comprimento. As folhas medem até 25 cm por 1 cm e são ligeiramente encorreadas, profundas quilhadas, verde-escuras e linearmente lancioladas.
O sistema radicular é robusto e muito aderente, composto por inúmeras raízes
brancas que emergem de cada nova base de caule e são viáveis por muitos anos.

Inflorescencia e Floração:
Uma inflorescência ereta, apical e tesa, de até 35 cm de comprimento aparece em janeiro ou fevereiro. As flores são suspensas em um cone apical ou as vezes em forma paniculada com sub-inflorescencias menores, apresentando menos flores e emergindo de nódulos na parte superior do caule. As flores são amarelo-manteiga e se parecem com sinos. As forma de coração e medem 0,5 cm por 0,2 cm. O labelo é trilobado, com 0,3 cm de comprimento por 0,3 cm de largura nos lóbulos laterais e o lóbulo apical mede 0,2 cm de largura.

Período de floração:
De fevereiro a abril, e as flores duram individualmente por duas semanas mais ou menos,
enquanto a inflorescência pode apresentar flores abertas por mais de um mês.

Polinização: A maioris das flores é polinitizada provavelmente por abelas pequenas que recolhem o pseudopólen da superfície do labelo (Dressler)

Referências :
-Miller, D.Warren, R. Muller,
I.M.& Seehawer, H. Serra dos Orgãos suas história e suas orquídeas . Rio de
Janeiro, 2006.
-Biodiversidade Catarinense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...