quarta-feira, 11 de abril de 2012

Orquídeas de crescimento invertido

Orquídeas de crescimento invertido (abaixo fotos de 3 plantas)
Algumas dicas para cultivar este tipo de planta.
Por Érico de Freitas Machado-Engenheiro Agr
Fonte : Revista O Mundo das Orquídeas – Ano 4 nº 25
Fotos e Plantas : Elisabete Delfini

Sempre que falamos em orquídeas, geralmente associamos a planta planta aos Gêneros Cattleya e Laelia, que são clássicas no território brasileiro, entretando existem várias outras espécies, com as mais diversas formas de apresentação e flores variadíssimas, como por exemplo citar o grande grupo formado por exemplares que apresentam crescimento invertido (cabeça para baixo), como o Pleurothallis strupfolia, Dichaea pendula, Pleurothallis pectinata, Octomeria juncifolia, Maxilaria iridifolia(ex-Marsupiara iridifolia), Várias outras Maxilaria(mini-micro) Zigostates lunata(que também pode apresentar um crescimento ereto). Epidendrum orchidiflorum e o Epidendrum vesicatum, uma curiosa orquídea ornamental, que apresenta um conjunto de flores, no ápice do “pseudobulbo/folha”.

O Pleurothallis strupfolia chama atenção por formar touceiras de folhas marrons avermelhadas e de forma espatulares. Sua floração é sobre a folha em ampla inflorescência, que não ultrapassa a margem. O Pleurothallis pectinata e, sem dúvida, um dos exemplares mais estranhos. Ela apresenta folhas ovaladas em forma de sino e seus pseudobulbos são compridos, em forma de fita. Sua floração é repleta de pequenas flores, também em inflorescência sobre a folha. De difícil crescimento, só raramente forma touceira.

O destaque desta edição é a Epidendrum vesicatum. De porte simples e folhas imbricatas (superposta), podem formar touceira de aspecto interessante. As flores são em sua maioria de tons cremes quase brancas e formam buquês. Em porcentagem bem reduzida, a mesma espécie pode apresentar flores riscadas de lilás claro ou completamente rosadas, de um belíssimo efeito. Os pseudobulbos geralmente são compridos; quando menores, eles dão a impressão de serem um Vesicatum anão, mas com flores idênticas.

O cultivo das orquídeas invertidas deve ser feito em pequenas estacas ou toco finos, de preferência em xaxim duro ou outro substrato resistente, em condições próprias para a espécie que devem ficar penduradas.















































11 comentários:

  1. Olá! Fico sempre maravilhada com estas flores.
    Parabéns e obrigada por partilhar tanta beleza.

    ResponderExcluir
  2. Maria Emília
    Eu fico feliz em saber que gosta de ver minhas plantinhas. Obrigado por voltar e volte sempre.
    Abraços e uma linda noite

    ResponderExcluir
  3. Parabens pelo blog esta muito bonito.Este assunto das invertidas é realmente fascinante.Como conseguir uma muda de Dichea pendula?Estou atraz de uma a tempos
    vi no Orquidario Colibri mas ja acabou.Se tiver conhecimento de algum orquidario que a tenha me comunique por favor
    Um abraço Euler

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Euler, achei bastante interessante por issi postei.
    Quando a mudinha, quando comprei ela tinha apenas duas hastes e pequenas, mas na peroba desenvolveu muito bem. Se não tiver pressa(esperar floração deste ano), me avise,ficarei feliz presenteando você com mudinhas.
    abraços

    ResponderExcluir
  5. Olá Linda, o blog é maravilhoso!!! Amei as flores, uma mais linda que a outra....minha mãe que é doida pra ter uma orquídea rsrs... Parabéns pelo blog e obrigado por seguir meu blog e já estou te seguindo também! Bjos lindoca

    ResponderExcluir
  6. Laura, obrigado por vir me visitar, adorei.
    Volte sempre será muito bem recebida. Diz para sua mãe, que ela ainda vai ter uma bem bonita.
    abraços e uma noite linda

    ResponderExcluir
  7. vlw, tbm já estou seguindo!!!
    o seu tbm esta de PARABÉNS

    ResponderExcluir
  8. Olá Bete, obrigada por passar no meu cantinho!
    Seu blog é mto interessante, amei, eu sou apaixonada por orquídeas, é minha flor preferida..bjo
    Te seguindo tbm...
    http://noivasemakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Manu
      Bom que gostyou, volte sempre tá
      abraços e um lindo dia

      Excluir
  9. Puxa Bete, que matéria excelente! Mt boa, eu só errei na posição da Dichea, rsrsrsrrss! abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jalon
      Das que tenho faltou colocar a Octomeria juncifolia que está difícil ver flores nela.
      abraços

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...