segunda-feira, 2 de julho de 2012

Oncidium ornithorchynchum

Oncidium ornithorchynchum do blogdabeteorquideas


A Guatemala é um país que se encontra no meio da América Central, extremamente montanhoso, com muitos vulcões  e uma cultura muito singular, pois seu povo é descendente dos Maias. O País tem como símbolo uma ave azul-brilhante chamada Quetzal e uma orquídea branca conhecida como “Monja Blanca”, a Ida Alba.
Oncidium ornithorchynchum  do blogdabeteorquideas

Os oncidiuns da Gutemala são encontradas em vários lugares, especialmente em regiões de Alta Verapaz, Jalapa, Baja Verapaz, Izabal. Escuinda. Huehuetenango, Zacapa, Quiche, Sacvatepequez e Suchitepequez, situadas em montanhas muito altas, de até 4.000 metros, que concentram um grande número de florestas intocáveis, de difícil acesso.

O orquidófilo guatemalteco Edgar Alfredo Mò Mò mostra como é o cultivo dos Oncidiuns em seu País e nos apresenta as espécies mais famosas do gênero por lá.
Tipos de Cultivo
Na Guatemala, utiliza-se muito o Chipe, um tipo de xaxim,. A Casca de Manzanilla(árvore), também é muito requerida, assim a planta cresce em seu estado natural. Outra indicação para garantir um melhor cultivo é inserir no processo um material poroso, caso as plantas estejam em vasos de fibra de coco ou xaxim. Quando estão em placas de chipe, é muito comum amarrá-las com arame ou cordão, apertando muito bem o fio para que a planta não escape.

 
Cuidados

Adubação deve ser feita somente na época de crescimento da orquídea. O Adubo precisa ser rico em nitrogênio, potássio e fósforo, mas pode ter outros elementos, como sulfato de cobre e micronutrientes, para reforçar a adubação.


As pragas mais encontradas no gênero são as cochonilhas, os caracóis e as lesmas.
Quanto a rega, não há muita novidade. Assim como no Brasil, os Oncidiuns da Guatemala necessitam de certos cuidados quanto ao uso da água, para evitar doenças e manchas nas folhas. A Rega deve ser feita de acordo com a necessidade das plantas. Vale relembrar que uma boa maneira de identificar o momento certo é fazer um teste com o próprio dedo, apalpando o substrato para reconhecer se ele está úmido ou seco demais.


OS MAIS CONHECIDOS
Oncidium ampliatum Lindl.
Oncidium ansiferum Rchb.
Oncidium cheirophorum
Oncidium crispa – galli Rchb
Oncidium leucochilum Bateman ex Lindl.
Oncidium maculatum Lindl.
Oncidium oblongatum Lindl
Oncidium ochmatochillum Rchb
Oncidium ornithorhynchum HBK
Oncidium oliganthum Lindl.



Texto e pesquisa : Edgar Alfredo Mò Mó
Tradução e interpretação : Rodolfo Bocardo Pallis
Fotos e cultivo : Elisabete Delfini
Revista O Mundo das Orquídeas Ano 11 nº 55

10 comentários:

  1. Tantas variedades! não conheço a maioria.
    São lindas!

    Zizi

    ResponderExcluir
  2. Beautiful little gems these oncidiums and some have the most heavenly scents! Thank you for featuring them, Cheers

    ResponderExcluir
  3. Ele é lindo, mais o aroma eu não gosto, me faz mal.
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Linda a orquidea lindas as fotos e muito boa descrição da espécie. Obrigado

    ResponderExcluir
  5. Eu que devo de agradecer pela visita.
    abraços

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Flavia
      tenho renite e o cheiro dela, sinto até dentro de casa.
      abraços

      Excluir
  7. So lovely flower! I must buy this ornithorchynchum from some orchid-webshop :)

    ResponderExcluir
  8. Ele é lindo mesmo, mas tem um cheiro que ataca minha renite (infelizmente)
    abraços

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...