domingo, 16 de setembro de 2012

Combatendo pragas com repelente orgânico


REPELENTE ORGÂNICO
COMBATENDO PRAGAS COM REPELENTE ORGÂNICO

 Volta e meia aparecem algumas pragas urbanas em meu orquidário. A principal delas, por ordem de incidência é a COCHONILHA, seguida de PULGÕES, ACAROS e por último a VAQUINHA .

A COCHONILHA é um inseto que apresenta-se sob duas formas, uma branca, que parece ter um floquinho branco em suas costas, e a outra tem aparência de uma carapaça e fixa-se nas folhas ou bulbos das orquídeas. A primeira, secreta substância adocicada que atrai as formigas melíferas, e numa perfeita simbiose, estas formigas acabam transportando-a para outras plantas do orquidário. Nas épocas chuvosas as formigas, usando de farelos do substrato constroem uma proteção sobre a colônia de cochonilhas e convivem ali naturalmente, afinal secretam líquido adocidado que serve de alimento às formigas.  Atacam inclusive entre as raízes próximas dos pseudobulbos ou hastes, razão pra observarmos bem nossas plantas e os “ninhos” das melíferas, onde eles existirem pode saber que embaixo estará a colônia de cochonilhas tranquilamente!

Os ÁCAROS , parecidos com pulgões, são insetos pequeninos, de cor amarronzada, pertencentes à família das aranhas e também sugam a seiva das folhas, pseudobulbos, e hastes de nossas orquídeas, permitindo a entrada de fungos onde atacam.
Os PULGÕES, também pequeninos, cuja cor brilhante varia do verde até o verde-limão, agem como os ácaros e multiplicam-se com extrema facilidade, formando colônias numerosas que em pouco tempo podem sugar a seiva de uma orquídea, debilitando-a. Como todos os outros acima, onde picam permitem a entrada de fungos.

As VAQUINHAS (nome científico Diabrotica speciosa), são insetos parecidos com pequeninos besouros, de aparência inofensiva, cuja carapaça é de tonalidade verde claro brilhante, com pintas amarelas, conhecido também como “vaquinha patriota”, em razão de sua cor verde-amarela, é um desastre em nossos orquidários porque atacam botões de orquídeas e principalmente as flores já abertas, comendo o que podem e no que não conseguem, deixam verdadeiras filigranas, e se não forem observados chega-se a pensar que a flor foi comida por caramujos  (na realidade CARACÓIS, depois da correção da visitante Luiza). Molusco terrestre para o qual devemos ter grande atenção.

 Para combatermos esses insetos, disponho aqui de uma eficaz CALDA ESPECIAL DE FUMO, portanto orgânica:
01 litro de água destilada (compra-se em lojas de auto-peças ou auto-elétrica, a mesma água destilada para radiadores ou baterias, também conhecida como água bidesmineralizada)
½ litro de álcool doméstico.
02 pacotinhos de fumo de corda escuro desfiado, cerca de 90 a 100 gramas (qualquer marca, de preferência os que trazem a menção “extra-forte” – Atenção: a marca “TREVO” é fraca, clarinho, e a mais encontrada no mercado, mas na falta de outros também pode ser usado),
10 pimentas malaguetas maduras (vermelhas)
01 cabeça de alho com dentes grandes de preferência.

MODO DE FAZER:
Leva-se ao fogo a água destilada até começar a ferver. Desliga-se e num recipiente esmaltado ou de vidro refratário (evite-se plásticos) coloque o fumo picado dos envelopes, despeje a água fervente, mexa com uma colher de madeira. Abafe com uma tampa e pano e deixe em repouso até esfriar. (Com a observação do orquidófilo Alessandro nos comentários deste artigo, ao invés de escaldar o fumo, vamos cozinhá-lo por alguns minutos nessa água, para destruir o vírus do mosaico do fumo, fungos ou bactérias eventualmente existentes nele mesmo seco)

Uma vez frio, coe usando um pano de algodão ou coador de chá de telinha, acrescente o meio litro de álcool doméstico e despeje numa garrafa de vidro escuro (garrafões esverdeados de vinho são ótimos), em seguida esmague grosseiramente as dez pimentas malaguetas e a cabeça de alho, enfiando-os dentro da garrafa.

Tampe com uma rolha e deixe em repouso por 07 a 10 dias num local escuro..
Nessa infusão o fumo soltará sua nicotina, repelente de insetos; a pimenta malagueta, rica em vitamina E, incorporará na calda o elemento químico natural que possui, a capsaicina ,  alcalóide existente nas pimentas vermelhas e que  dá sensação de ardor e age como repelente de insetos; o alho o seu elemento oleaginoso e natural antifúngico e antiviral, auxiliando na proteção das áreas afetadas contra a ação de fungos ou vírus em nossas orquídeas.

MODO DE USAR:
Passados os 7 ou 10 dias, poderemos utilizar a calda na pulverização de nossas plantas do orquidário, e até mesmo da horta ou nas plantas frutíferas que tivermos em casa. Para nossas orquídeas iremos utilizar 01 copo americano da calda (iremos coar para evitar a passagem de pedaços ou sementes da pimenta ou do alho que poderão entupir o bico do pulverizador) para cada litro de água. Somente no momento da aplicação,é que vamos misturar também uma colher das de chá de sabão neutro (sabão de côco dissolvido previamente em água morna, ou detergente líquido neutro). O sabão serve para romper a proteção serosa que a cochonilha mantém na carapaça ou “floquinho”. Esta calda não produz efeitos indesejados nas orquídeas nem ao meio-ambiente, a não ser respingos escuros nas flores albas, que poderão ser limpados ligeiramente com um pano macio, mas isso é o de menos se quisermos preservar nossas plantas do ataque de tais insetos. Deverá ser aplicada em toda a planta, e se possível no orquidário inteiro. Nas situações em que a colônia de cochonilhas for muito intensa, além de pulverizar seu orquidário, pegue a planta mais afetada, e com uma escova dental de cerdas macias, faça uma limpeza da região atingida com a mesma embebida na calda, até remover tudo. Esse procedimento deverá ser adotado especialmente contra a cochonilha de carapaça (veja foto), mais resistente que a branca.

Sugiro que essa calda não fique muito tempo armazenada. O ideal é sempre fazer na quantidade desejada, para uso total após os dez dias de infusão, quando terá uma eficácia maior na aplicação! Nada impede que se repita o uso com o que tenha sobrado, após 3 dias da primeira aplicação.

Outra boa opção é fazer uso do ÓLEO DE NEEM (ou nim), encontrado em casas de produtos agropecuários. Vale lembrar que o cheiro tanto da calda como do óleo de neem não são muito agradáveis para olfatos muito sensíveis, pois lembram a alho podre ou coisa assim.
Querendo usá-lo, para cada litro de água use metade da calda (meio copo) e 02 ml de óleo de neem.

A calda de fumo pode ser utilizada no combate e controle da ferrugem das folhas das orquídeas. A ferrugem, de origem fúngica, é caracterizada por manchas amarelas que aparecem nas folhas, sendo de coloração mais claras na parte superior e mais intensa na parte inferior, evoluindo para lesões escuras e úmidas. Neste caso a planta deverá ser isolada das demais, retirando-se as folhas atacadas e pulverizando toda a planta com a calda. Se as manchas forem arredondadas, enegrecidas e ressecadas, será a ANTRACNOSE, combatida com a calda bordalesa.
   
DICA: Existem insetos benéficos e predadores NATURAIS de ácaros, pulgões, cochonilhas e percevejos (as famosas marias-fedidas). São as JOANINHAS, pequeninos besouros graciosos de carapaça alaranjada ou vermelha com pintas pretas e os LOUVA-A-DEUS (veja fotos). Se existirem em seu orquidário não os espante nem mate!

DÚVIDA! – O que fazer com as pequenas formigas melíferas? Tenho observado que, se de um lado facilitam a propagação das cochonilhas, por outro, agem como polinizadoras. Algumas espécies de orquídeas, já constatei, são polinizadas por elas que adentram a parte feminina da flor em busca do néctar junto do pólen e acabam facilitando a fertilização! E ai? Matamos essas formigas ou não? Você decide!
SUCESSO NA CONSERVAÇÃO DE SEU ORQUIDÁRIO COM DEFENSIVOS ORGÂNICOS!

Observação do administrador  (26/09/2009) PESSOAL! Ler, saber ler e interpretar o que foi lido é basico em qualquer circunstância da vida, seja na leitura de um livro qualquer, numa receita de bolo, numa bula de remédio…ou nas dicas acima. Dia desses uma pessoa visitou outro website (fórum) que publicou este artigo (agradeço ao website A orquidea do Mario Leal de Ribeirão Preto) e pelo jeito não entendeu sobre a água destilada ou bidesmineralizada. Como foi dito, essa água é facilmente encontrada em lojas de auto-peças, porque é utilizada na solução química e corrosiva de baterias elétricas;  penso que ficou bem claro que é a água destilada que é usada e NUNCA, JAMAIS a água de bateria… pois esta além de corrosiva é super tóxica…nem sei se a pessoa realmente usou água de bateria para fazer a calda  e deve ter no mínimo  derretido todas as orquídeas dela…ou postou comentário aqui no blog num momento de lucidez, que não publiquei, até porque pode ser apenas gozação. Como existe mal gosto para tudo, fica esse lembrete final. 

Matéria Publicada pelo Orquidário Cuiabá
Sempre com ótimas dicas: http://www.orquidariocuiaba.com.br/

10 comentários:

  1. interesting and thanks for the recipe.
    by the way when you mentioned home alcohol, those mean for consumption (beer, brandy) or those alcohol in first aid box?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é o álcool de primeiro socorro.
      abraços e uma linda semana

      Excluir
  2. Boa noite Bete,super importante esse post, ja ouvi falar desse caldo de fumo com agua destilada, dizem ser muito eficaz. Uma vez uma orquidea minha pegou pulgão, ai uma paisagista amiga minha me ensinou a usar canela em pó, fiz por alguns dias e logo elas estavam livres das pragas.bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angela,
      Canela em pó é ótimo mesmo, toda vez que preciso cortar folha ou bulbo, passo no corte pomada nebatecim e coloco canela por cima.
      abraços e uma linda semana

      Excluir
  3. Olá Bete, obrigada pela visita, interessante essas dicas de muita utilidade,parabéns pelo blog!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Ótimas divas, obrigado por compartilhar conosco.

    ResponderExcluir
  5. Realmente a canela em pó é ótima.Serve como fungicida e bactericida, além de estimular o enraizamento.Uso sempre.Apenas observei,que atrai os caracóis, quando espalhada sobre o substrato.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom ter dado um toque, vou vigiar melhor.
    abraços

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...