sexta-feira, 29 de março de 2013

Um Causo : Como foi encontrado o Oncidium Varicosum-Var."Felício Baldin"


Por Felício Baldin  :  Orquidófilo de Jundiai-SP
Foto e cultivo  do maravilhoso Oncidium  : Luis Renato 
Proprietário do Orquidário Faísca : www.orquidariofaisca.com.br/

Adquiri um lote de Cattleya loddigesii de um coletor que residia entre as cidades Pouso Alegre e Careaçu, no sul de Minas Gerais, dentre as plantas recebidas havia sessenta exemplares de Oncidium varicossum, que completava a quantia solicitada, estabelecidas em vasos, após tratamento adequado, começaram a florir as primeiras plantas de Oncidium varicossum, dentro uma delas apresentado flores com o centro do labelo, os lóbulos laterais, as pétalas e sépalas com o colorido marrom bem escuro.
Infelizmente logo após a floração, que não chegou a acontecer totalmente, a planta parecia ser atacada por um vírus popularmente conhecido como podridão negra. Ainda assim, tive tempo de fotografá-la, mandando a seguir algumas flores ao botânico Guido Pabst, por intermédio do Dr. Luyz de Mendonça, para que fossem classificadas.
Em carta dirigida ao Dr. Mendonça, Pabst disse: “As flores do Oncidium varicossum enviadas pelo Sr. Baldin são muito interessantes. Não tinha visto até agora esta variedade no colorido.A morfologia floral é idêntica à do Oncidium varicossum tipo. A única diferença está nas verrugosidades que avançam sobre os lóbulos do labelo. Nestas flores não é isso propriamente o que ocorre, as veias existentes são simplesmente espaçadas. De resto, o grande nariz que representa a calosidade do disco do labelo é o mesmo que o Oncidium varicossum típico. Deve ser um espetáculo ver a planta completa. Gostaria de perguntar ao Sr. Baldim se as três flores são da mesma inflorescência, pois não é raro nos Oncidiuns que no mesma inflorescência as flores venham diminuindo de tamanho no “ápice”
Como havia perdido a planta, interessei-me em procurar o local onde as havia adquirido. Não havia mais plantas amarelas ou chuva de ouro no local. Simplesmente não havia mais plantas nas imediações, pois o comerciante tinha colhido todas as existentes no lugar.
Mesmo assim tendo ciência do seu habitat, voltei em 1967 em uma nova excursão e, iniciando novamente a busca intensiva, consegui coletar entre  Pleurothallis, Capanemias, Cattleya, loddigesii e Encyclias, dezessete plantinhas de Oncidium varicossum, verdadeiros seedlings e com muito cuidado fiz a coleta de uma eritrina (suinã). Começaram a florir as primeiras plantas. As três primeiras eram Oncidium varicossum tipo, e apresentavam boas flores. Levei-as por consequência a uma exposição realizada na cidade de Santos(SP). A quarta planta, já no desenvolver dos seus pequenos botões, apresentava um colorido diferente, mas escuros em relação as demais plantas. Depois dos botões completamente abertos, constatei ser a mesma variedade que havia sido classificada pelo Sr. Pabst e, é lógico, fiquei imensamente feliz por tê-la reencontrado.
Crédito : Revista O Mundo das Orquídeas – Ano 2 nº 6

14 comentários:

  1. Fantástico!
    Abraço e Feliz Páscoa!
    http://educacaoinfantilnaescola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Simonha
      Linda noite de domingo de Páscoa
      abraços

      Excluir
  2. Wonderful! I'm not very fond of Oncidiums, but this one is unusually stunning, I love it!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei apaixonada por ele, tanto que pedi as fotos emprestada para o Luis Renata.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Bete, perfeito!

    Fico lisonjeado em contribuir com um de seus textos. Espero poder fazer isto mais vezes!

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lisonjeada fiquei euzinha por ter postado essa beleza no meu blog.
      abraços e mais uma vez obrigada.

      Excluir
  5. Bete,
    Essa vc tem muda pra vender?
    Gostaria muito desse Oncidium mas não estou encontrando.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eunice
      Esta planta é do Luis Renato, Orquidário faísca : www.orquidariofaisca.com.br/

      Não vendo plantas apenas troco quando tenho mudas disponíveis.
      abraços

      Excluir
  6. Bete,
    Essa vc tem muda pra pra gente trocar?
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Eunice, esta planta não é minha, emprestei fotos para a matéria, veja com o Luis Renato do Orquidário Faísca.
      abraços

      Excluir
  7. Bete,
    Essa vc tem muda de Oncidium Mulata's Dance?
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Eunice.
      Esta pertence ao Luis Renato do Orquidário Faísca.
      abraços

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...