segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Acianthera teres

 Depois de muitos anos, primeira vez florindo, haste pequena e apenas uma, mais valeu.

Pleurothallis teres ,Humboldtia teres  ,Pleurothallis rupestris ,Pleurothallis pachyphylla ,Humboldtia pachyphylla ,Humboldtia rupestris ,Acianthera rupestris

Pleurothallis teres ,Humboldtia teres  ,Pleurothallis rupestris ,Pleurothallis pachyphylla ,Humboldtia pachyphylla ,Humboldtia rupestris ,Acianthera rupestris

Pleurothallis teres ,Humboldtia teres  ,Pleurothallis rupestris ,Pleurothallis pachyphylla ,Humboldtia pachyphylla ,Humboldtia rupestris ,Acianthera rupestris





Sinônimos: Pleurothallis teres ,Humboldtia teres  ,Pleurothallis rupestris ,Pleurothallis pachyphylla ,Humboldtia pachyphylla ,Humboldtia rupestris ,Acianthera rupestris

Origem: Seus habitats naturais (MG e RJ) são em regiões secas e quentes, de clima tropical de altitude: verão úmido e inverno seco.

Dimensão da Flor: 0,5 mm.

Época da Floração: Inverno

Foto e cultivo:  Elisabete Delfini

Descrição: Acianthera teres é uma pequena espécie de orquídea (Orchidaceae) originária do Brasil, antigamente subordinada ao gênero Pleurothallis.
Possui hábito vegetativo principalmente rupícola, às vezes como epífita, vegetando sob sol pleno com suas raízes entre as fendas e rachaduras das rochas quartzito contendo acúmulo de umidade, de detritos trazidos pelas chuvas de verão e de matéria orgânica em decomposição. A umidade nas fendas é renovada pelas serrações em épocas de seca.
Acianthera teres vegeta a pleno sol que incide diretamente sobre suas folhas coriáceas, roliças e carnosas perfeitamente adaptadas aos extremos de temperatura e umidade desse tipo de ambiente cujas variações de temperaturas entre o dia e a noite são altas, ou seja, dias quentes e noites frias inclusive com possibilidade de geadas durante o inverno.
As folhas são terete-ovalada e pontudas. A inflorescência é ereta, 3 a 10 flores alternadas que se abrem juntas mas permanecem quase fechadas. As sépalas são de cor vinho com centros amarelados-alaranjados. O labelo vinho-avermelhado é em forma de língua. A tonalidade das folhas variam do verde ao roxo-avermelhado.


Pesquisa : Revista O Mundo das Orquideas – Wikipédia; a enciclopédia livre - Orchidstudium

5 comentários:

  1. Valeu a espera, as flores são lindas com aquelas cores tão intensas. Parabéns Bete. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angel, para conseguir esta haste deu trabalho hein.
      Abraços

      Excluir
  2. Hello Elizabete,
    I found a Acianthera teres I think cultivated in the zeolite pouriez you send me your criteria culture this plant please.
    especially at watering even though I have my own idea.
    For light, temperature and fertilization is ok,
    I await your response thank you.
    my email address:
    masdeval.68 @ live.fr

    ResponderExcluir
  3. Oi Masdevallia.
    Tenho a muito tempo esta planta e floriu pela primeira vez agora depois, não sei se é coincidência ou não, uns meses antes de florir eu tinha feito um novo replante e desta vez só com pedrinhas(utilizadas em construção, aqui chamamos de Brita), nada de substrato, está com a luminosidade das Cattleyas, por estar somente em pedras e secas rápido, molho todos os dias.
    Espero ter podido ajudar.
    Abraços e uma linda páscoa

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...